Conheça as diferenças entre os coletores solares

O Brasil é conhecido por sua intensa radiação solar e portanto, nada melhor do que aproveitar os raios de sol. Uma das melhores possibilidades para ambientes residenciais é o uso de coletores solares.

Eles se baseiam na captação de radiação por placas, que fazem a transformação de calor e geram aquecimento em fluidos como a água. Depois, o líquido pode ser usado conforme a necessidade e interesse, de maneira simples e limpa.

Porém, não existe apenas um tipo de coletor solar e cada um se adapta a uma exigência. Para tirar suas dúvidas, veja quais são as diferenças entre os principais modelos!

Por que escolher um coletor solar?

Antes mesmo de pensar nas distinções entre os tipos, é interessante saber que, independentemente da decisão, os coletores solares são sempre benéficos. Eles usam uma energia completamente limpa e sem esforço, garantem o aquecimento de fluidos.

Além de auxiliar o meio ambiente, a escolha desse artifício ajuda a reduzir os custos. A conta de luz fica bem menos intensa, sem que haja qualquer comprometimento do bem-estar. Em pouco tempo, o investimento se paga.

Para melhorar, a opção é bastante versátil e consegue atender a diferentes necessidades. Desse jeito, há uma opção perfeita para o seu projeto.

Quais são os tipos disponíveis?

Teoricamente, os coletores solares são divididos entre os de concentração e os sem concentração. A divisão é complexa e inclusive, envolve diversos equipamentos que não são usados em casa.

Quando se fala em um projeto residencial, é muito mais oportuno conhecer as diferenças dos dois tipos a seguir:

Para banho

Tomar um banho quente é uma atividade relaxante, mas que pode consumir muita energia elétrica, por outro lado um coletor solar para banho resolve esse problema de forma prática. Por meio de suas placas de tinta especial, há a absorção de radiação. A condutividade acontece pelas partes metálicas e o elemento tem um isolamento térmico.

A versão da linha PRO da Heliodin tem tecnologia avançada e retém 90% da radiação solar. Com isso, a temperatura atingida é ainda mais elevada e garante um banho quente do jeito desejado.

Para piscinas

Quem tem piscina sabe que, às vezes, depois de um dia quente dá vontade de pular na água. Assim como em vários momentos, a água fria pode ser um fator que impede que o local seja aproveitado em sua totalidade.

Os coletores solares para piscinas servem para solucionar o problema. As placas são de alta resistência e têm uma capacidade especial para absorver altas temperaturas e aquecer uma grande vazão de fluidos. Por causa disso, são projetados para garantir o volume necessário de água quente para deixar a piscina aquecida e confortável.

Ou seja, a principal diferença entre eles é a vazão de aquecimento e o propósito de uso do fluido aquecido.

Além disso, há duas outras divisões:

Plano

O coletor solar plano é o mais utilizado em função de seu rendimento e durabilidade. É composto por tubos de cobre e aletas de alumínio que absorvem a energia solar e passam para a água no interior dos tubos.

Tubo à vácuo

Já o coletor solar tubo a vácuo tem diversos tubos feitos de vidro especial, com vácuo entre eles. Tem um bom rendimento , entretanto a durabilidade pode ser comprometida em função da perda do vácuo e fragilidade dos tubos de vidro.

Como fazer uma boa escolha?

Ao notar as distinções entre os tipos de coletores, você perceberá que cada um tem um objetivo muito específico. Portanto, o primeiro fator de decisão é reconhecer qual será a utilidade.

Em seguida é necessário pensar em outras questões, como a qualidade do equipamento, a facilidade de instalação e a durabilidade. Ao encontrar uma empresa de confiança, é possível garantir uma excelente aquisição de coletor para aproveitar todos os benefícios.

Os tipos de coletores solares, basicamente são para piscina ou para o banho. Ambos funcionam de forma semelhante, mas naturalmente, têm propósitos distintos. Ao escolher uma empresa de confiança, os resultados serão positivos.

Se você ainda tiver alguma dúvida sobre essas diferenças, não deixe de comentar aqui no blog e de participar!

Posts Relacionados

0 Comentários