Casa ecológica X Casa sustentável: veja quais são as diferenças

Ser sustentável e ecologicamente correto são dois conceitos muito parecidos. Porém, quando eles se aplicam a uma casa, algumas divergências interessantes aparecem, principalmente em relação a vantagens e recursos.

Os dois termos estão em alta recentemente, já que a população está cada vez mais consciente. E ambos os casos também estão muito mais acessíveis para quem deseja contribuir com o meio ambiente.

Tem interesse por esse assunto? Então acompanhe este artigo para entender melhor as diferenças entre casa ecológica e casa sustentável!

O que é uma casa ecológica?

A casa ecológica, antes mesmo de ser construída, tem seu projeto totalmente voltado para a redução de impacto ambiental. A arquitetura desses espaços visa integrar sua estrutura ao meio ambiente, sem agredir a natureza e com a utilização de recursos menos agressivos.

Por exemplo, esse tipo de casa visa manter uma ventilação natural, jardins verticais ou telhados verdes e cisternas, de forma a reaproveitar a água da chuva. Para completar, todos os materiais utilizados na obra também são considerados ecológicos: bambu de reflorestamento e tijolos especiais são itens comuns no processo.

E a casa sustentável, como pode ser definida?

A casa sustentável também pode incluir todos esses fatores citados para a ecológica. Porém, seu principal intuito é gerar retorno financeiro e economia nas contas de água e de luz. Mesmo com o consumo, ela provém seus próprios recursos e devolve o esforço em forma de vantagens e bom custo-benefício.

Isso inclui a instalação de um sistema de aquecimento solar de água e outros hábitos e práticas simples adotadas pelos moradores em sua rotina, como apagar as luzes ao sair de um cômodo ou fechar a torneira ao escovar os dentes. Ou seja, é uma definição mais abrangente e não somente estrutural.

Ainda que o local em que você mora não tenha sido construído com materiais ecológicos e um projeto arquitetônico voltado para esse pensamento, você mesmo pode aplicar as mudanças que achar necessárias com o passar do tempo. É só avaliar o que é possível fazer no momento e transformar o lugar aos poucos.

Em qual é melhor investir?

Se a sua intenção é preservar o meio ambiente, você pode investir em qualquer opção. Tanto a casa sustentável quanto a casa ecológica atuam bem nesse papel e são complementares. Se você constrói a estrutura ecológica, não é difícil torná-la sustentável, e vice-versa.

Caso você pense em colocar a casa para venda ou aluguel, quanto mais recursos do tipo ela apresentar, mais valorizada será no mercado. Para resumir, a construção ecológica e sustentável faz bem ao seu bolso, ajuda a diminuir tarifas obrigatórias e evita a escassez de recursos naturais.

Apostar nessas opções significa estimular o chamado desenvolvimento sustentável, em que a preservação ambiental, a economia e a preocupação social caminham juntas. Você pode ser ecologicamente correto e sustentável em todos os sentidos: basta consciência e um pouco de pesquisa para descobrir o que está ao seu alcance para fazer.

E então, o que você acha mais interessante: uma casa ecológica ou uma casa sustentável? Já mora em um local que tenha essas propostas? Comente e participe!

Posts Relacionados

0 Comentários