6 dicas para o uso efetivo de um aquecedor solar

HOME / Blog
aquecedor solar
Publicado em 13 de outubro de 2020

6 dicas para o uso efetivo de um aquecedor solar

Unir tecnologia com práticas sustentáveis é uma forma de otimizar a economia e, ao mesmo tempo, ajudar na preservação do meio ambiente, estimulando assim o uso consciente dos recursos naturais. 

Esse é o objetivo do sistema de aquecimento solar. A energia do sol não é poluente, ou seja, é uma energia limpa e também inesgotável. Apesar de ser necessário investir em um sistema que capte essa energia, vale sempre lembrar que ela é totalmente gratuita. 

Que tal aprender algumas formas de melhorar o uso do aquecedor solar, de garantir que ele realmente funcione da melhor maneira? Faça a leitura completa do artigo e veja as possibilidades. 

1. Instale o aquecedor solar no telhado

Embora possa parecer desnecessário falar sobre esse ponto, ele é fundamental para garantir um melhor aproveitamento do sistema e da energia do sol. 

A recomendação é instalar o aquecedor solar no lugar mais alto possível. Nesse sentido, o ponto ideal é o telhado. Isso acontece porque, quanto maior a altura, a eficiência de captação tende a melhorar. Como a radiação é emitida do céu, a melhor localização do aquecedor é em pontos elevados. 

Seja para residências, seja para empresas, o telhado é a melhor opção. Se a intenção é usar o sistema para aquecimento de piscina, o telhado da casa também pode ser a solução mais adequada. Mas, caso a área de lazer tenha alguma cobertura, pode-se analisar a viabilidade de instalar o sistema sobre ela.

2. Evite obstruções à passagem da luz solar

Outro ponto importante quando consideramos uma melhor eficiência do sistema é deixar a passagem livre para a luz solar. Quanto menos obstáculos estiverem entre a trajetória da luz e o aquecedor solar, será bem melhor. 

E quais esses obstáculos? Tudo que provoque sombreamento, como a presença de árvores e prédios. Assim, se existe alguma árvore alta e próxima do telhado, o ideal é instalar o sistema em um local do telhado oposto ao dela. 

3. Dimensione adequadamente o sistema de aquecimento solar

O sistema de aquecimento solar é formado pelo coletor solar e pelo reservatório térmico. Nem sempre um coletor é suficiente para alimentar todo um imóvel com seus diferentes pontos de consumo. Quanto mais pontos de consumo, mais coletores se farão necessários e maior deverá ser a capacidade de volume do reservatório.

Por isso, é preciso dimensionar o sistema para instalar a quantidade de coletores ideal para suprir a demanda dos consumidores. 

É importante saber a quantidade de pessoas que usarão o sistema, a quantidade de banhos quentes diários, a presença de uma piscina (pode ser que desejem também aquecer a água da piscina), a vazão de cada dispositivo (chuveiro, pia, lavatório). O consumo diário serve para determinar o volume do reservatório.  

Os modernos coletores conseguem aquecer, por dia, aproximadamente de 75 a 100 litros de água. Você pode obter a quantidade de coletores necessários para abastecer o imóvel através da fórmula: consumo diário estimado/valor entre 75 e 100. 

Quanto mais seletiva for a superfície do coletor, maior a eficiência por metro quadrado e, consequentemente, menor será a necessidade de muito coletores. Por isso, convém escolher produtos de boa qualidade. 

Para obter resultados mais precisos, é fundamental que o dimensionamento (bem como todo o projeto) do sistema seja realizado por um profissional qualificado, conforme as orientações da NBR nº 15569/2020. O dimensionamento adequado é essencial para o uso efetivo do aquecedor solar, ou melhor, com eficiência e economia.

4. Posicione corretamente o aquecedor solar

A análise do local é importante para o direcionamento eficaz dos coletores. No Hemisfério Sul, eles devem ficar voltados para o norte para uma melhor captação da luz solar. Para países acima da linha do Equador, os coletores devem ficar voltados, de preferência, para o sul.

A latitude influi na incidência do sol e varia de local para local. Por isso, é preciso um estudo da carta solar para identificar o melhor posicionamento das placas. A carta solar é uma representação gráfica do caminho que o sol percorre no firmamento durante o dia. 

Também é preciso observar o ângulo de inclinação dos coletores. Recomenda-se 35º de inclinação. Mas ela pode ser maior ou menor. Para captações melhores no inverno, o ângulo de inclinação precisa ser mais alto. Para captações melhores, os coletores podem ficar mais “deitados” (menor inclinação angular).

5. Instale corretamente o reservatório térmico

O reservatório térmico ou boiler deve ficar no mesmo nível da caixa d’água, conectado a ela, no ponto mais alto da construção e acima dos coletores. Através do termossifão, a água aquecida sobe para o reservatório (de onde é distribuída para os pontos de consumo) e a água fria desce até os coletores para aquecimento. Esse ciclo é contínuo.

Às vezes, não é possível instalar o reservatório e a caixa no mesmo nível. Nesse caso, é importante considerar uma diferença de 10 centímetros, pelo menos, entre o nível do boiler e o nível dos coletores. A caixa d’água deve ficar acima do reservatório. 

Quando não é possível utilizar termossifão (circulação natural), é preciso instalar uma motobomba entre o reservatório e os coletores a fim de forçar a circulação do sistema.

6. Compre produtos mais práticos e de boa qualidade

Para uso efetivo do aquecedor solar, vale a pena investir em produtos de melhor qualidade. Já falamos que, se cada coletor oferecer boa eficiência, isso ajuda a reduzir os gastos no sistema. Uma superfície seletiva multicamadas absorve 94% da radiação (emite apenas 4%).

Já o sistema de ventilação evita que ocorra condensação no interior do coletor. O vidro temperado é seis vezes mais forte e consegue resistir bem às intempéries, como o granizo. O reservatório precisa de resistência elétrica para assegurar um sistema de apoio nas estações frias.

Vamos citar um sistema muito prático e avançado. A linha Connect de aquecedor solar tem controle inteligente de temperatura por meio de um simples clique. É possível o controle por qualquer rede Wi-Fi, 3G ou 4G.

Essas dicas permitirão que você faça um uso mais eficaz do aquecedor solar. Aproveitará melhor os benefícios de um sistema sustentável. O período de durabilidade de um sistema de aquecimento solar é de 20 anos, pelo menos — somente essa característica já revela que o custo-benefício do sistema é muito vantajoso.

Gostaria de encontrar um sistema eficiente, que atenda bem aos seus desejos e expectativas? Conheça mais informações e os melhores textos em nossas redes sociais: Facebook e Instagram!

Posts Relacionados

aquecedor solar

Como identificar um produto de qualidade quando se trata de aquecedor solar?

A luz do sol é uma fonte de energia limpa e inesgotável. Por isso, ela é uma ótima solução para aquecer água de forma econômica. Um sistema de aquecimento solar é formado por coletores solares e um reservatório térmico para armazenar a água aquecida. Atualmente, o mercado disponibiliza produtos variados desse sistema e vale a […]

sistema de aquecimento solar

5 características de um bom sistema de aquecimento solar

O sistema de aquecimento solar é uma solução sustentável para economizar energia elétrica e aquecer a água do banho ou da piscina.  Não são todas as casas que contam com essa solução, mas cada vez mais as pessoas se interessam por ela. O interesse dos consumidores faz com que as fábricas invistam na produção de […]

aquecedor solar

Saiba mais sobre o custo-benefício de instalar um aquecedor solar em uma empresa

Optar por soluções sustentáveis é uma forma de gerar economia e contribuir para minimizar os impactos negativos que muitas atividades humanas efetuam sobre o meio ambiente. O sistema de aquecimento solar é uma dessas soluções! Os brasileiros já adotam esse sistema como substituto aos aquecedores de água convencionais em suas casas. Contudo, essa solução não […]